A moda ativista da Cemfreio de Apolinário

Hello myglesss wyglesss!!

Eu gosto muito de deixar sempre claro que moda pra mim é muito mais do que tendência, do que usar o que todo mundo está usando, do que ter a bolsa do momento. É meio de expressão profunda, é uma maneira de explorar minhas potências, de me colocar no mundo e me inserir nos espaços como mulher, negra, indivíduo. E por essas e mais razões, que admiro o trabalho que o meu myglo closeyro Victor Apolinário faz com sua marca, a Cemfreio, e vim contar um pouco mais desse baphy pra vocês.

Closeeeyrassss @apolilinda

A photo posted by Magá Moura (@magavilhas) on

Pra quem ainda não conhece, a Cemfreio é uma marca nova, construída pelo Apolinário, que é homem negro, gay, criado na perifa de São Paulo e ativista de todas essas questões que, claro, são traduzidas no seu processo criativo.

“A Cemfreio nasceu de um processo pessoal de autoafirmação. Tinha acabado de sair de uma depressão pela perda de minha avó e acabei entrando num marasmo criativo. Em 2015, com ajuda de alguns amigos, lancei uma marca de comfort clothing chamada Troos. Vi que dali viria uma nova vivência e tenho vivido essa verdade…”.

apolinario-por-hick-duarte

por Hick Duarte

As criações lacratyvas da Cemfreio são agênero (alô futuro, né wygles), ou seja, Apolinário não se preocupa se quem vai usar a peça se identifica como homem ou mulher, todo mundo pode e deve usar tudo.

“Eu gostaria de deixar muito claro que eu não sou um dos poucos, pioneiros, que falam sobre sem gênero ou dos negros que estão no mercado de moda. Tem muita gente foda que tá dividindo espaço comigo, como a RMA-3, a Juliana Araújo, o Isaac Silva…”

E é claro, a negritude é outro tópico importante de sua arte:

“Estou usando desse espaço de criatividade e mídia para aprender os hacks criativos, e eu acho que é mais ou menos essa a minha filosofia com a Cemfreio: abrir espaço e alargar as alternativas dadas ao corpo negro, sabe?”

por-cassia-tabatini

por Cassia Tabatini

E essa é uma das coisas mais foda da Cemfreio e do Apolinário. A marca vem metendo o pé na porta e tomando esses espaços que tantas vezes são tão brancos e elitizados. Pra Apolinário, todo preto, pobre e bicha nasce ativista:

 “Parte do pressuposto de que a estrutura já te sufoca, se você não correr atrás de uma atividade de mudança vai ser engolido pelo sistema. Eu só uso todos os meios e ferramentas que eu posso para trocar essa ideia mais próxima com as pessoas e elas se descolarem um pouco desse esquema de privilégios que atende a elas.

A moda é só mais uma das ferramentas de discussão na vida de Apolinário, que é toda um grande ativismo.

cemfreio-hick-duarte-2 cemfreio-hick-duarte

por Hick Duarte

E mygles, sabe outra das coisas maravylhosas da Cemfreio? É que as peças são inspiradas nas pessoas. Elas têm nomes que se referem às pessoas que colaboraram de alguma forma no processo criativo do produto, num sentido mais inspiracional, mesmo. E partindo dessas pessoas, dessas influências, a Cemfreio toca de algum jeito todo mundo que alcança e levanta o debate, como no desfile da marca na Casa de Criadores no ano passado: eu estive lá e me arrepiei de ver toda aquela representatividady e aquele papo reto na passarela, senti uma emoção e um orgulho foda do meu wyglo.

cemfreio-marcel-paixao

Lay Dirty (acima) sambou na passarela, bixa poder!

cemfreio_marcelo-paixao-ihf

por Marcel Paixão/I Hate Flash

Quem por algum motivo ainda não conhece a Cemfreio, corre pra conhecer e investir numa moda de verdade, com história pra contar! E fiquem de olho no Apolinário, que ele não para quieto e tá sempre inventando arte.

cemfreio-marcel-paixao-2

por Marcel Paixão/I Hate Flash

“O lance é: viva a arte e faça dela a ferramenta de mudança não só pra sua vida, mas pra vida de mais pessoas.”

Facebook: www.facebook.com/doapolinario/

Instagram: @cemfreio / @apolilinda

:)))

Comments

comments

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *