Afropunk Fest 2016 | New York

Hello myglessss!!

Como todys que me acompanham nas redes sabem (e viram) que cá estive euzynha em mais um Afropunk Fest. O segundo em NY, e o terceiro da vida contando com o de Paris que fui em junho deste ano. Só clicar aqui pra ler e ver os últimos relatos, até porque os baphos são atemporais: Paris | NY 2015.

Quem me conhece sabe o quão sou pirada nesse festival, quem poderia não ser?! Vamo lá de novo começar a encher os cofrinhos pra 2017.

Esse ano o magamoura.com celebra seus 2 anos de existência (obrigada universo), subi de cargo na MM Business & Co. (kkk) e tenhos fotos muito maravylhosas do mais que talentoso e baphônyco Victor Ronccally (@roncca no instagram). Fui abençoada real-oficial!

Gatíneos #AfropunkNYC #Afropunk2016

A photo posted by Magá Moura (@magavilhas) on

Ó nóis! Ele é mó gaty myglesss!!! Kkkk

Vamos aos TRÁ TRÁ TRÁ!!!

Sou suspeita pra falar sobre esse festival, além do line-up sempre pesadíssimo, pra mim, o mais importante é sentir todo mundo mundo vivendo a sua liberdade e trocando energias incríveis. Um evento repleto de pessoas verdadeiras, onde a moda, o ativismo, o orgulho negro e a música se encontram.

É lindo de ver e viver, representatividade importa e esse é o meu festival. Fico sempre emocionada cada vez que participo, só não chorei porque o calor e a poeira não deixava a gente nem respirar direito! kkk

Este ano não fui no Fancy Dress Ball, mas no sábado o bafro começou com um dia lindo e de sol surrealmente forte, com um monte de shows fodas, incluindo Tyler The Creator, Cee-lo Green e Flying Lotus.

Tyler é muito lacryano! Disse que nunca teve uma platéia tão negra na vida.. ❤️

Sobre o meu look do primeiro dia, o lacre rendeu tanto que eu mal consegui andar pra pegar uma breja no bar sem antes tirar 300 fotos! Kkkk… Além de ter encontrado muitos seguidores amados aqui dos EUA e da Europa, foi lindo! <3

Voltando ao look, pensei nele já há um tempinho, pois ganhei esse tecido da minha amiga maravilhosa e designer Camila Bologna (@cambologna no instagram), pedi e ela realizou essa estampa incrível da cartela Pantone. Foi a minha mãe diva Margô Alves que costurou, dei a idéia e ela fez como boa haute couture baiana.

Foi BAFRO #Day1

_____________________________________________________________________

No #Day2 encontrei até mini fans magavilhosos…

O look foi bem estampado e com algumas marcas brasileiras que amo: top Dresscoração, saia Okan, sneakers NikeLab, óculos Topshop e brincos Mariah Rovery.

Tava muuuuito mais cheio do que no ano passado esse Afropunk Fest. E o segundo dia foi mais bapho que o primeiro, com tiroteio de shows incríveis, de Janelle Monae a Ice Cube. Sim, ICE CUBE!

Mas antes teve Kelela, soberana e muito deusa com essas pearls nas tranças tudo!

Janelle foi arrepiante, cantou Michael Jackson estonteantemente dyva!

THE LEGEND!

Vamos as imagens do lacre, peguem toda essa inspiração e vibes pra vocês!

Foi insano, foi inspirador, foi intenso…

No final rolaram umas performances anti Donald Trump e muitos discursos lindos. Em um deles foi dito que o Afropunk é muito além de um festival, é um movimento que une as pessoas. É FODA DEMAIS!!!

:)))

Comments

comments

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *