Correr pra quê? Minha experiência com a corrida e dycas da dyva pra você começar!

Olar cloclôs, tudo bem?

Hoje eu vim falar de um assunto fitness que muito me interessa kkk: isso mesmo, vim falar de corrida! Quem me acompanha tá bem ligado que eu simplesmente AMO correr e me encontrei super nessa que é uma das atividadys físicas mais democráticas de que sem tem notícia! Sym, afinal de contas tá liberado correr na rua, na esteira, na areia, sozinho ou acompanhado, e não precisa de muito investimento para começar. Correr é para todos, é um clôsy!

Eu comecei a correr em 2010. Na época eu trabalhava numa empresa de guloseimas e meu peso deu aquela aumentadeenha kkk, querya cuidar do corpo e da saúde, mas não tinha dinheiros pra fazer academia, que é uma coisa muito cara no bairro onde moro. Minha ideia era fazer uma atividade que não fosse de preço tão “salgado” e não dependesse de um investimento mensal, então fui lá, comprei um tênis e #partiu correr no Ibira! Comecei com duas amigas e percorríamos pequenas distâncias, clary: 2K, 3K, o que dava.

Em 2011 eu fiz a minha primeira prova, chamada Circuito Vênus. Eram 5K e eu me senti uma verdadeira vencedora kkk! Hoje a dyva aqui já correu duas meias maratonas! Aliás, desde que eu comecei a correr já vivi algumas experiências inesquecíveis. Se existe um fato relacionado à prática da corrida, é que uma das coisas mais estimulantes e gostosys de correr é ir acompanhando sua evolução e percebendo que, pouco a pouco, sua resistência vai aumentando e, com ela, a capacidade de ir cada vez mais longe e de aguentar situações cada vez mais adversas. Uma das vivências mais lacryanes e incríveis que eu tive nesse sentido foi correr a meia maratona de Fernando de Noronha com a fyrma Nike. Foi duro, mas impagável!

Hoje eu fiz a meia maratona mais difícil e mais maravylhosa da minha vida! (tudo bem que é a segunda! Kkk) 💙 Teve pedra, mato, umas ladeira do demonho, sol de raxar, asfalto fritany, areia fofa pelany, pessoas se conhecendo, apoiando e superando seus desafios. Tudo isso no lugar mais bonito que já vi! Eu tô muito feliz e orgulhosa de mim, tava cagando de medo do percurso, de não aguentar por conta das condições desfavoráveis e por não ter treinado em nenhum lugar parecido (óbvio! Kkk). Mas olha só, eu consegui. E é tão boa a sensação! Tenho certeza de que a gente pode conseguir tudo nessa vida com a nossa força de vontade… Só vai, minha gente! Todo amor pra #NikeFamily, tô ainda desacreditada que #Noronha21k já passou! Rs… E, ó @flaviosamelo vc é foda, cara!

A post shared by Magá Moura (@magavilhas) on

Os meió!! 💙 #GyakusouCrew #NikelabCrew

A post shared by Magá Moura (@magavilhas) on

Meu negócio é mesmo correr na rua, no parque… Não gosto muito de correr na esteira, mas às vezes rola. A corrida ao ar livre requer mais esforço, porque você deve levar em consideração as falhas do asfalto ou do mato, a resistência do ar e o impulso do corpo para levá-lo à frente! Na esteira o rolê é outro: ela reduz o impacto, facilita o seu controle de tempo e intensidade e não traz imprevistos. Pode ser uma boa opção para a ou o clô que estiver começany no esporte e quiser se testar um pouco, mas como eu disse, eu mesma comecei foi na rua!

Odeio correr na esteira jpeg. Mas valeu os 5km nas esteiras motivados por @rachelapollonio #closeyrosruncrew

A post shared by Magá Moura (@magavilhas) on

Os benefícios da corryda são tantos que aposto que vocês vão ter vontade de começar depois de ler isso aqui, mores! E eles são cumulativos, ou seja, quanto mais você faz, mais você tem. Baphy, né? Só pra dar uma noção, a corrida reduz a gordura corporal, ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, reduz o estresse, a ansiedade e a tensão, melhora o sono, fortalece os ossos e os membros inferiores, melhora a capacidade pulmonar, previne várias doenças responsáveis por mortes precoces, ajuda na concentração e na memória, alivia os sintomas da depressão… e olha que eu nem citei tudo, hein. Me digam se não é um exercício das deusys?

Amo correr aqui nessa #praiadepaulista @felipemorozini 💚#CloseyrosRunCrew

A post shared by Magá Moura (@magavilhas) on

Então mygles, quem anima? Quem quer começar? Algumas dicas são bem úteis para os novatos na corrida. Vale muito colar com outros clôtyldos e fazer um grupo de corrida, aliás, pra quem mora em São Paulo, vem correr na Closeyros Run Crew, meu próprio grupinho do clôsy que sai lacrany todo domingo no Minhocão! É sempre legal dar uma passadynha no médico pra ter certeza que você pode correr de boas e lembre de intercalar a corrida com outras atividades que fortaleçam os músculos. Não se force, vá encontrando seu ritmo e respeite seus limites: com o tempo eles vão se alargando. Lembre sempre de tirar pelo menos um dia de repouso, que é tão importante quanto os dias de atividade. Ah, e se der, invista num tênis baphy feito para a corrida, que vai prevenir lesões por impacto e deixar o trote ainda mais dely!

Vamo correr?

:)))

Comments

comments

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *